Fica a caminho da Sé. Na antiga fábrica Conservaria Lisbonense. A Prado Mercearia abriu portas em março do ano passado, depois de quatro sócios – Isaac Almeida, Marta, Marisa e Tânia Fonseca – terem inaugurado no mesmo edifício o alojamento turístico The Lisboans, em 2016, e o Prado Restaurante, em 2017. A decoração lembra as mercearias de outros tempos, mas com um toque de modernidade e elegância. Os armários são de madeira, o chão é em mosaico hidráulico, e nas prateleiras vemos um ou outro objeto que lembra as mercearias tradicionais de bairro (a balança antiga, por exemplo). Vendem legumes, fruta, conservas, frutos secos, queijos e enchidos, chá e café, vinhos bio e cerveja artesanal. E ainda produtos da marca Prado, como chutneys, compotas, geleias, pickles ou granola.

A Mercearia Prado tem produtos de marca própria, como chutneys, compotas ou pickles.

Na Prado Mercearia também é possível fazer uma refeição leve ou simplesmente beber um café. Há saladas, sandes, conservas no prato (8,40 euros), tábua de queijos mista (8 a 11 euros) e bolo do dia (4 euros). Para beber, um copo de vinho fresco, kombuchas caseiras e sumos naturais (3,50 euros).
No mesmo espaço, e desde março deste ano, a mercearia realiza as Prado Seasons, uma iniciativa que abre portas a alguns chefs, a convite de António Galapito (chef do Prado Restaurante), para prepararem refeições ao seu estilo de cozinha, adaptando-se ao conceito da mercearia e usando os produtos à venda na loja. A ementa para estas refeições especiais depende sempre do que a estação do ano tiver para oferecer. As Prado Seasons realizam-se de terça-feira a sábado, a partir das 19horas.