Em 1977, um grupo de engenheiros da Hewlett-Packard criou o que pode ser considerado o primeiro relógio inteligente: o HP-01. O aparelho era um relógio de pulso digital, mas também funcionava como calculadora, alarme, cronómetro, temporizador e calendário. Para desempenhar todas estas funções, o relógio tinha 28 teclas. Quatro podiam ser pressionadas com o dedo – D (data), A (alarme), M (memória) e T (tempo) –, as restantes podiam ser carregadas pelo utilizador usando uma caneta stylus pequena (vendida com o aparelho). O HP-01 funcionava com seis chips e três baterias, duas para o display e uma para o circuito do relógio. Apesar da inovação, o relógio da Hewlett-Packard não foi um sucesso. O HP-01, batizado também de “Cricket”, era grande e pesado, e foi vendido apenas em algumas joalharias de luxo. No entanto, hoje, o relógio ainda é procurado por entusiastas e colecionadores. E os últimos exemplares existentes são, por vezes, vendidos por mais de mil euros! A casa de leilões Bukowskis, por exemplo, vendeu um relógio HP-01 por mais de 11 mil coroas suecas, em dezembro de 2017.