Bons Negócios

Vidyard. Crie vídeos personalizados para os seus clientes

Novos Negócios  |   01 Set 2017

Já pensou utilizar vídeos na sua estratégia de email marketing ou vendas? Ou até mesmo no apoio ao cliente? Se não, é melhor pensar duas vezes. De acordo com alguns estudos, por exemplo, só utilizar a palavra vídeo no assunto de um email pode fazer com que a taxa de abertura desse email aumente até 19%. Mais: 75% dos executivos admitem que vêm semanalmente vídeos relacionados com trabalho. E, vivendo numa era cada vez mais digital, em que muitas comunicações e relações empresariais acontecem online, esta aposta faz todo o sentido. Existem no mercado diferentes soluções que o podem ajudar a enveredar por este caminho e a Vidyard é uma delas. Trata-se de uma plataforma de vídeo que ajuda as empresas a aproveitarem o vídeo de forma estratégica para conseguirem gerar mais valor e mais negócios. "A Vidyard oferece soluções únicas para equipas de marketing, vendas e suporte ao cliente. A nossa solução ajuda os profissionais de marketing a alcançar novas audiências e a gerar mais leads através de vídeos interativos e personalizados ao mesmo tempo que permite monitorizar o impacto real que cada vídeo está a produzir em oportunidades e negócios. Na área de vendas, a Vidyard permite que os comerciais gravem e partilhem mensagens de vídeo pessoais com o objetivo de aumentar em cinco vezes mais as taxas de resposta e acelerar o ciclo de vendas. No apoio ao cliente, a nossa solução ajuda os colaboradores deste departamento a responderem a clientes com mensagens de vídeo personalizadas, mostrando print screens aos clientes, por exemplo, para saberem exatamente como resolver o seu problema de forma mais rápida e conveniente", adianta à Bons Negócios o vice-presidente de marketing da empresa norte-americana, Tyler Lessard.
Para a equipa de vendas se iniciar nesta estratégia, por exemplo, a Vidyard disponibiliza gratuitamente a aplicação ViewedIt na loja do Google Chrome. E como funciona? Simples. Depois de instalada a aplicação, vai aparecer um ícone no seu browser Chrome, que clicando permite-lhe começar a gravar mensagens de vídeo pessoais para os seus clientes. Poderá partilhar esses vídeos via email ou redes sociais. Através desta aplicação é possível ainda monitorizar o engagement dos vídeos, recebendo alertas via email de cada vez que o vídeo é visto, por quem e se a pessoa viu o vídeo até ao fim! Se os vendedores obtiverem algum resultado com esta app, podem optar por usar a solução completa da Vidyard que possui funcionalidades extra - partilha de outros conteúdos em vídeo e integração com o Outlook e a Salesforce.
"Recentemente, o interesse pela solução da Vidyard para vendas e pela app ViewedIt tem aumentado, talvez devido ao sucesso que as equipas de vendas estão a ter com o uso de mensagens de vídeo pessoais para se destacarem, aumentarem as taxas de resposta e fecharem mais negócios. O vídeo permite-nos relacionar com as audiências de uma forma mais pessoal e envolvente, contar histórias mais ricas que educam, entretêm e inspiram o público, e educar melhor os clientes sobre como o seu negócio se destaca num mundo altamente competitivo", aponta Tyler Lessard.
O vídeo faz muito pelo mercado B2C, mas o mercado B2B também pode beneficiar deste recurso nas palavras deste responsável. "No B2B é onde vemos o maior potencial para o vídeo! Nos mercados B2B não só precisamos de construir brand awareness, mas também precisamos de educar os nossos clientes, partilhar o pensamento de liderança, envolver os clientes num ciclo de vendas mais longo e provar-lhes por que a nossa solução é a certa. O vídeo é o meio perfeito para usar em cada uma destas etapas, para chamar a atenção, educar os decisores, estabelecer uma relação pessoal e mostrar de que forma podemos resolver os seus problemas".
O Vidyard tem mais de 700 clientes em diferentes setores. Na sua lista encontramos Microsoft, Lenovo e LinkedIn, por exemplo. O custo das diferentes soluções - marketing, vendas e suporte ao cliente - começa a partir de 500 dólares por mês.

Partilhe este artigo

Comentários  |  0 Comentários

Máximo 600 caracteres | Política de Comentários

Submeter
Subscrever Newsletter