Bons Negócios

João Fernandes

Meet the Leader  |   01 Ago 2017

O sócio-gerente da Caldeira Costa é um adepto das novas tecnologias. Não larga o seu telemóvel para estar sempre conectado, utiliza aplicações que lhe permitem gerir melhor o seu tempo no trabalho e promove soluções digitais junto dos seus clientes. Para o empresário são as novas tecnologias que potenciam o crescimento de qualquer negócio. E o seu sucesso também.

Se não estivesse a trabalhar na Caldeira Costa qual seria a sua profissão?
A verdade é que já estou ligado à Caldeira Costa há mais de 30 anos, o que torna difícil imaginar outro cenário profissional. Mas se estivesse a trabalhar noutro projeto seria com certeza e sempre na área das tecnologias de informação.

Com que empresário gostaria de conversar um dia para trocar algumas ideias sobre gestão?
Seria interessante juntar Mark Zuckerberg com Richard Branson e ter a oportunidade de confrontar a genialidade de um com o espírito aventureiro do outro.

Uma dica para ser um bom líder?
Um bom líder deve ser exigente para atingir a excelência e ser competente para que nenhum pormenor seja ignorado.

Qual o melhor conselho que lhe deram até hoje?
O meu pai, de quem eu guardo gratas recordações, dizia-me: "Ganharás a vida com o suor do teu rosto". Na altura, não o considerei como um conselho, mas sim como uma maldição. Hoje, depois de tantos anos, penso que foi dos melhores conselhos que me deram.

Qual o seu gadget de eleição?
O smartphone. Reconheço que já não conseguiria viver sem esta ferramenta. Hoje, o "estar conectado" depende muito deste gadget.

Utiliza alguma ferramenta digital para melhorar a sua performance no trabalho?
Utilizo algumas aplicações que me permitem a otimização do meu tempo durante o dia, possibilitando uma maior eficácia no planeamento e organização das minhas tarefas laborais. A que mais utilizo é a iW360 da Canon que permite de uma maneira simples e eficaz o processamento e a partilha dos documentos pelos diversos departamentos da empresa.

Acredita que a transformação digital das organizações pode facilitar a forma como se faz negócios?
É um ponto importantíssimo nos dias de hoje. As organizações que não abraçarem as novas tecnologias têm como destino provável o seu desaparecimento. Na Caldeira Costa promovemos junto dos nossos clientes soluções digitais desenhadas para potenciar a competitividade e o crescimento, promovendo a sua adaptação à transformação digital dos negócios.

O que está a ler?
Infelizmente não tem sido possível dedicar-me à leitura como gosto. Há algum tempo que tenho na mesa-de-cabeceira um livro de Joseph E. Stiglitz com o título "Por uma Sociedade de Aprendizagem". O livro explica de uma maneira muito simples que o sucesso de uma sociedade ou de uma empresa está na sua capacidade de aprender a aprender.

Viagem que gostaria de fazer?
Diria que a próxima, a que ainda não foi feita. Mas seria fantástico visitar um planeta fora do nosso sistema solar.

Um passatempo?
Gosto de desportos com raquete: o ténis, o squash ou o ténis de mesa. São atividades que requerem concentração, decisão rápida, além de uma boa componente física. De todos eles o ténis merece a minha preferência. Adoro competir e acima de tudo ganhar.


A CALDEIRA COSTA é uma empresa madeirense com quase 48 anos de existência que comercializa, instala e dá assistência técnica de todos os produtos e equipamentos da marca Canon. É o único parceiro oficial da Canon Portugal na Região Autónoma da Madeira. A empresa tem 4 300 clientes e faturou 1,7 milhões de euros em 2016.

Partilhe este artigo

Comentários  |  0 Comentários

Máximo 600 caracteres | Política de Comentários

Submeter
Subscrever Newsletter