Bons Negócios

Drucker Institute

Olhares  |   12 Jun 2017

Peter Drucker é considerado por muitos o pai da gestão moderna. O guru dos gurus. A revista norte-americana McKinsey Quarterly assim o declarou em 1977: "No mundo dos gurus da gestão não há debate. Peter Drucker é o único guru a quem os outros gurus prestam reconhecimento". O consultor, escritor e professor não gostava desse título, associava a charlatanismo. Mas a verdade é que as suas ideias e conhecimentos sobre gestão mudaram a forma como muitos empresários conduziram os seus negócios. Jack Welch foi um deles. Quando este se tornou o CEO da General Electric (GE), Drucker perguntou-lhe: "se não estivesses neste negócio, entrarias hoje? Se a resposta for não, o que vais fazer sobre isso?". A pergunta levou Jack Welch a mudar a sua estratégia na General Electric, vendendo ou fechando todas as empresas em que a GE não era número 1 ou 2 no mercado. Enquanto consultor, Peter Drucker fazia com que os seus clientes parassem de fazer só planos e começassem a agir. "Não me digas que tiveste uma boa reunião comigo. Diz-me o que vais fazer de diferente na segunda-feira", dizia a muitos clientes. Drucker faleceu em 2005, mas o seu legado continua. E os ensinamentos também. Em 2006, foi criado o Drucker Institute com o objetivo de fortalecer as organizações e ajudar os executivos a obterem sucesso e a ultrapassarem desafios, através de workshops e cursos onde são apresentadas as ideias, as lições e as ferramentas de gestão introduzidas por Peter Drucker. Alguns dos cursos: "Gestão de Tempo", "Inovação e Empreendedorismo" e "Colaboradores e Promoção". O instituto organiza ainda o "The Drucker Prize" que distingue as organizações sem fins lucrativos que melhor se adequam à definição de inovação de Peter Drucker.

Partilhe este artigo

Comentários  |  0 Comentários

Máximo 600 caracteres | Política de Comentários

Submeter
Subscrever Newsletter